Retirada de moradores próximos a barragem em Congonhas será decidida na Justiça

09/04/2019 – 16:48
Promotoria da cidade vai entrar com ação civil pública depois de CSN ignorar prazo para responder a recomendação de evacuação

A retirada de aproximadamente 2,5 mil pessoas que vivem nas proximidades da Barragem Casa de Pedra, na Região Central de Minas, vai virar caso de Justiça. Depois de a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) ter ignorado o prazo de resposta à recomendação feita pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), o promotor Vinícius Alcântara Galvão, da comarca da cidade, afirma que as tentativas de acordo estão encerradas. “Não estou disposto a discutir a aceitação da recomendação, apenas a forma, como prazos e condições. Só não entrarei com ação civil se a empresa disser que acata o que pedimos”, afirma.

leia mais Estado de Minas …

Please follow and like us:

Link permanente para este artigo: https://brasildemocratico.net/site/retirada-de-moradores-proximos-a-barragem-em-congonhas-sera-decidida-na-justica/